Desafiador

Desafiador
Challenger

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Equivalência de peças para Dodge Charger e Dart brasileiros

Segue uma lista com as peças que podem ser intercambiadas dos Dodge com carros nacionais!

Motor:

  Selo d’agua do bloco do Motor 318: São 9 de 41,5mm de diametro e 5 menores de 32mm. Os do opala que ficam no lado esquerdo do bloco são iguais. É só pedir o do opala tamanho médio, ou pelo tamanho, 41,5. O pequeno é o do perkins, no cabeçote.

  Gaxetas (ou retentor traseiro): tira o motor fora e coloca o vedador acrílico das Cherokee V8 ou Dakotas V6/V8

  Correia do alternador/bomba d’água: Dayco (cod. 10A1175C). 

Aplicações: Ford Corcel/Corcel II/Belina 69-83/Del Rey CHT 1.6 81-93

  Camisas de cilindro: Usa-se a da D10, e manda o torno fazer um trabalho de usinagem até dar o tamanho correto.

  Reparo da bomba D’água: mesmo reparo da bomba D’água do motor Mercedes 1113 (leve o original para conferir)

  Vedador de válvula: Chevrolet Brasil

  Cabo de acelerador: Fusca

  Filtro de Ar: Ford F-4000

  Filtro de óleo: Grande:  Kombi Diesel / F-1000 (FRAM PH2683 ou PH2821C)
  Pequeno: Tempra

   Cebolinha do marcador de temperatura do painel: Motores de caminhão VolksWagen

  Velas: Champion (F11YC) ou NGK (AP5FS / AP6FS) ou BOSH (DB9).
  Tampa de óleo: Jeep

  Válvula termostática: Pode-se optar pela válvula utilizada no Corcel II a álcool, que abre a 82º graus e pode ser instalada com facilidade na mangueira do radiador.

  Carburador DFV: Opala 6 cilindros (menos o pistão injetor). A maioria das peças p/ o carburador DFV são compatíveis ao carburador Weber 446 utilizado no Opala 6 cilindros. Existe uma diferença no pistão injetor quanto ao eixo, porem, o que poucos sabem e que a parte do injetor em si é desmontável e pode ser colocada no eixo do injetor do DFV.

  Bomba de gasolina: Carter ou Kobla do Ford 272 ou 292


 Transmissão:
  Cruzetas: Kombi, C-10, F1000

  Sincronizadores e juntas da caixa 4 marchas: Chevrolet C-10 4 marchas.

  Diferencial e suas peças: C-10 (depende da marca, Braseixo ou Dana)

  Retentores do pinhão e dos semi-eixos – C10 (diferencial Braseixo e Dana)

  Rolamentos dos semi-eixos – C10 (Braseixo)

O item abaixo foi corrigido conforme comentário de um visitante:



  Disco/Platô de Embreagem: C-10 (SACHS – referencia 5488) / Platô SACHS referencia 1329 – São para GMB A10, C10, A14, A15, Veraneio, Pick Up até 1985). Em alguns platôs, em alguns câmbios, as pontas do diafragma roçam na ponta da guia do colar, mas é coisa pouca. As vezes tem que tornear a ponta da guia do colar, a moringa e encurtar ela uns 8 milimetros. 


  Rolamento: FAG 526.468 (F-4000 até 82)

  Hastes do gafanhoto: A-10 e C-10 até 85 (apesar de 1/2 polegada menor, aguentam bem mais o tranco que a original e encaixam como uma luva).

 Suspensão / Freios / Direção / Rodas:
  Correia da Direção Hidráulica: Contitech (cod AVX10x950). Aplicações: Alfa Romeu, Elba, Uno, Prêmio, Fiorino Pickup, Verona, Escort. Pode ser também colocar uma correia tamanho A-35, que compra-se em casa de ferragem porque são para máquinas.

  Pastilhas de freio: Opala antigo

  Reparos de freio (dianteiro, com pistonetes): empilhadeira Link (Reparo Varga – RRFD0011.7)

  Reparo do cilindro de roda traseira: Monza 82 – Varga

  Reparos de freio (só borracha/disco): pistão grande:  Opala, pistão pequeno: Fusca

  Flexíveis do Freio Dianteiro: Ford Pampa 4×2 / Ford Corcel

  Amortecedores dianteiros: Ford F-1000 (Cód. 035003 – Monroe => F1000 4×2 92 em diante / F1000 4×4 93 em diante) Se for mais antigo, vc tem que retirar um pouco de material da cabeça do amortecedor para ficar bom.

  Amortecedores traseiros: Escort SW ou Kombi (traseiros)

  Bucha da barra estabilizadora: Ford Escort

  Rolamentos de roda dianteiros: Corcel / Kombi / Opala

  Porcas de roda: F-1000 (rosca direita)

  Buchas das bieletas: Kadett

  Buchas superiores da balança: Palio. Uma eterna fonte de problemas é sempre bucha de balança. 

As de baixo não tem jeito fácil mas as de cima, segurem essa: Antes de explicar tudo entendam que a bucha superior do Dodge recebe e trabalha com muito pouca carga, ao contrário da de um carro moderno tração dianteira que tenha apenas 1 tensor e apenas 1 bucha de balança por lado, como é o caso do nosso doador, Fiat Pálio. 

A bucha de balança do Fiat Pálio cabe muito bem com 2 pequenas mexidas, e custa a bagatela de 7 reais. O que tem que alterar: o furo dela é de 10mm e o parafuso com excentrico da balança superior do Dart é 7/16 (tem que conferir porque essa minha memória de ancião é triste e eu posso estar enganado) portanto o 1′ passo é arrombar o furo central pra medida do parafuso do dart.

2′ passo é que a bucha é mais comprida do que deve, pra ela ficar certa precisa cortar um pouco do lado que é mais fina o suficiente pra que o tubo central não passe do tamanho do tubo externo. Só isso, faz em 3 minutos em qualquer torno. Se não tiver torno ou não souber fazer, qualquer torneiro faz. 

Mole mole, facil facil e barato barato! E o diameto externo da bucha do Pálio é identico a da original do Dart, de modo que nenhuma outra alteração se faz necessária.


 Elétrica:
  Faróis: Charger/Magnum/LeBaron : Brasília

  Dodge Dart:  Opala / Chevette

  Motor de partida (arranque): Dakota V6

  Regulador de voltagem: Corcel

  Alternador: Qualquer wapsa com regulador eletronico embutido serve.

  Cabos de Vela: Usar dois jogos de Chevette.

  Conjunto para ignição eletrônica:  Módulo MSD 6A, o distribuidor MSD BILLET, uma bobina MSD SS COIL e cabos de velas MSD. Conjunto perfeito e ficar excelente pra andar.

  Bóia do tanque 107 litros: C-10 fica perfeito na furação e com a junta do fusca. Precisa acertar a resistencia da boia para ficar compativel com o marcador do painel.


 Interior e acabamento:
  Borrachas de porta: Compre um modelo “pe-de-galinha”, por metro, em qualquer casa de borrachas.

  Borracha do porta mala: 2 jogos da borracha tampa do motor da Brasília
  Cabo de velocímetro: F-1000 (não serve para Dodge automático)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...